top of page

REZUM E O TRATAMENTO DO CRESCIMENTO DA PRÓSTATA

A Próstata aumentada (Hiperplasia Prostática Benigna - HPB) é uma doença altamente incidente na população masculina a partir da 4ª década de vida, sendo que o crescimento da próstata comprime a uretra, causando desconfortos que prejudicam a qualidade de vida do homem na hora de urinar. Os sintomas refletem em muitas idas ao banheiro dia e noite e sensação de bexiga cheia, além de queda no fluxo urinário, infecções, cálculos na bexiga e danos aos rins.

 

Drº Bruno, como ocorre o tratamento do crescimento da próstata, a Hiperplasia Prostática Benigna - HPB?

 

O aumento da próstata bem como os sintomas urinários provocados por ela, pode ser realizado por via medicamentosa inicialmente. Em casos refratários ao tratamento clínico, bem como nos pacientes que não toleram o uso das medicações, o tratamento cirúrgico é uma opção, sendo que hoje as técnicas minimamente invasivas tem ganhado grande espaço no tratamento. 

 

O que é o REZUM?

 

Trata-se de uma nova tecnologia minimamente invasiva no tratamento dos pacientes que apresentam HPB. O princípio do método envolve um procedimento de baixa complexidade, no qual o urologista por meio do canal da uretra, acessa a próstata com uma câmera e consegue injetar vapor de água a uma temperatura maior que 100ºC para que o tecido prostático possa sofrer ao longo de semanas uma necrose, reduzindo o volume prostático. A média de redução do volume prostático pode chegar a 48%. 

 

Para quem é indicado o REZUM?

 

A melhor indicação envolve os paciente que não desejam mais utilizar medicações diariamente e que buscam manter sua função sexual ejaculatória, visto que apenas 5 a 10% dos casos apresentam o efeito de ejacular para o interior da bexiga, fato que ocorre com grande frequência, em até 90% dos casos, em outros métodos cirúrgicos.

 

Como é o período que envolve  a cirurgia?

 

Trata-se de um procedimento ambulatorial, ou seja, o paciente não precisa ficar internado em ambiente hospitalar. Habitualmente ele comparece e receberá uma sedação venosa para poder dormir. O procedimento é realizado, durando poucos minutos, sendo que ao acordar já poderá ir para casa. Ao fim do procedimento, o paciente será sondado e terá alta com o dispositivo que poderá ser retirado em média em 5 dias.

 

Quais outras vantagens o senhor pode citar sobre a técnica?

 

O REZUM permite: 

- MENOS SANGRAMENTO: baixa manipulação do tecido prostático, sem que sejam necessárias ressecções.

- MENOR TEMPO DE INTERNAÇÃO: o procedimento dura por volta de 5 a 10 minutos e após cerca de uma hora o paciente já pode ir para casa.

- BONS RESULTADOS MICCIONAIS: alívio dos sintomas com redução do tamanho e melhora do fluxo, com redução da necessidade do uso de medicamentos.

 

Quais os desconfortos que o paciente pode apresentar?

 

O procedimento é indolor. Durante o uso da sonda e após sua retirada, como o efeito do vapor estará atuando ao longo das semanas, o paciente pode apresentar ardência urinária, que habitualmente poderá ser controlada com medicações para controle dos sintomas.

 

Há cobertura dos planos de saúde para a realização do HOLEP?

 

O procedimento com o REZUM geralmente oferece cobertura parcial pelo plano de saúde por não constar no Rol de procedimento da ANS. Nossa equipe tem grande experiência e poderá auxiliar os pacientes no processos de solicitações junto aos planos de saúde para entender as coberturas.

 

Os pacientes de Bauru, já contam com essa tecnologia em seus tratamentos?

 

Sem dúvidas. Dr Bruno mais uma vez assume o pioneirismo e já está certificado para a realização da técnica, tendo realizado em Bauru o primeiro caso do Centro Oeste paulista em novembro de 2023. Dr Bruno dispõe de acesso ao equipamento para que os pacientes possam ser submetidos ao tratamento, seja em Bauru ou em São Paulo capital. Estamos a disposição em auxiliar os paciente a entender custos e coberturas ligadas a esse procedimento inovador.

bottom of page